Homepage > Marcas > Vigor > A História

A História

Há coisas que ainda são como se lembra...

         

Quando o único semblante da guerra em Portugal eram os vigorosos chutos na bola da rapaziada que ecoavam nas ruas, aqueles que com um ultimato deram à República um rastilho, rendiam-se agora a um refúgio que soube receber. Quando os nossos braços estavam sempre abertos e o peito feito de alma também, abriam-se as mercearias sem portas e sem medo, a dar um aroma à cor do amanhecer.

Quando o tempo se media por mais dois beijinhos e mais dois dedos de conversa, quando havia sempre tempo para ir à rua brincar. Alheios ao mundo que se transformava num incêndio, vivíamos com a arte de um país nascido na mistura do azul do rio com o azul do mar.

Quando à arte se juntou o engenho, nasceu uma ideia fresca inspirada pelo chegar daqueles a quem mudámos o fado. Com substância, poesia e medida, embalou-se ao som da Mouraria um sabor.

Tem hoje quase 60 anos de vida e os amigos chamam-lhe ¼ de Vigor.

Há coisas que ainda são como se lembra...